--> Polícia investiga se mais cinco pacientes foram estupradas por anestesista | Agência DC - Donato Costa | Portal de notícias da Bahia



Polícia investiga se mais cinco pacientes foram estupradas por anestesista

Compartilhe:

A Polícia Civil investiga se mais cinco pacientes também foram estupradas pelo anestesista Giovanni Quintella Bezerra, preso em flagrante na...

A Polícia Civil investiga se mais cinco pacientes também foram estupradas pelo anestesista Giovanni Quintella Bezerra, preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira (11). Três já prestaram depoimento.


O médico foi preso depois que funcionários do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, o filmaram colocando o pênis na boca de uma paciente durante uma cesárea no domingo (10).


No mesmo dia, Bezerra já havia participado de ao menos mais duas cirurgias com pacientes mulheres no mesmo hospital.

Duas pessoas da equipe de enfermagem afirmaram à polícia que viram que, na segunda cirurgia, o médico estava com o pênis ereto. "Inclusive para uma delas ele fechou o capote, que não é comum de ser usado, mas ele usava", afirma a delegada Barbara Lomba, à frente das investigações.


Nesta terça-feira (12), mais duas pacientes do anestesista prestaram depoimento. Uma delas também foi atendida no Hospital da Mulher e, a outra, no Hospital da Mãe, em Mesquita, município da Baixada Fluminense.


Ambas relataram que foram muito sedadas durante a cirurgia. A polícia suspeita que Bezerra utilizava sedativos em excesso para abusar das mulheres.



Na segunda (11), outra mulher, de 23 anos, já havia se apresentado na delegacia, dizendo ter sido vítima do médico.


Familiares afirmaram aos policiais que ela também foi vítima de estupro durante uma cesárea realizada no mesmo hospital, no dia 6 de julho. Sua mãe diz que a filha saiu totalmente dopada do procedimento e que acordou apenas no dia seguinte à noite.


Ainda segundo a mãe, a filha acordou com uma substância branca no pescoço. Inicialmente, a família achou que era resultado de algum procedimento do hospital. Quando assistiu ao noticiário nesta segunda e viu que o médico havia sido preso, ela concluiu que sua filha também havia sido vítima de um estupro.



Frascos do sedativo utilizado pelo suspeito foram apreendidos. A polícia vai apurar se o médico dopava as pacientes sem necessidade para que pudesse estuprá-las.


"A pessoa na hora de ter um filho, totalmente nas mãos de um profissional de saúde, indefesa, exposta, fragilizada. Se ainda ficar provado que ele aplicava esse tipo de substância desnecessariamente só para sedar e cometer o crime É algo muito inacreditável, hediondo", afirma Barbara Lomba.


Até o momento a Polícia Civil ouviu seis pessoas da equipe de enfermagem, o chefe dos anestesistas, médicos presentes no centro cirúrgico, três pacientes atendidas pelo suspeito e o próprio Bezerra, que ficou em silêncio.



A delegada agora aguarda para ouvir o marido da paciente que aparece nas filmagens do estupro. Ela também ainda não prestou depoimento.


Segundo a delegada, os médicos que estavam presentes no centro cirúrgico do Hospital da Mulher não perceberam o crime, mas disseram que a sedação à qual as vítimas eram submetidas é incomum.


O hospital vai ceder à polícia a relação das pacientes de cujas cirurgias o anestesista participou e os relatos da equipe também poderão auxiliar nas investigações. Os prontuários poderão ajudar a identificar quais medicamentos foram utilizados e sua quantidade.



As investigações vão se debruçar primeiramente sobre as pacientes atendidas por ele no Hospital da Mulher Heloneida Studart. Depois, se comprovado que o anestesista de fato atuava em outros hospitais, também serão requisitados os prontuários nessas unidades.


Os profissionais que filmaram e denunciaram o crime disseram que têm medo de represálias. Eles afirmaram que Bezerra chegou a intimidar uma enfermeira que tentou averiguar seu comportamento.

"A enfermeira começou a chegar mais perto dele no início do procedimento e ele se incomodou.


Começou a olhá-la de forma intimidadora, a tratá-la rispidamente, dando a entender que não deveria estar na sala. Ele tentava afastar as pessoas", diz Lomba.



Segundo a polícia, desconfiadas da postura do médico há cerca de um mês, enfermeiras do hospital decidiram usar um telefone celular para registrar o que ele fazia durante as cirurgias. O suspeito foi indiciado sob suspeita de estupro de vulnerável, cuja pena varia de 8 a 15 anos de prisão.


As enfermeiras decidiram fazer a gravação porque notaram algumas atitudes incomuns de Bezerra. Elas desconfiaram da tentativa de fazer uma barreira física para dificultar a visão da paciente durante a cirurgia, do procedimento de sedação atípico em cesáreas e de alguns movimentos do médico, que parecia estar manipulando o rosto das pacientes.


Em nota, o advogado Hugo Novais, que defendia o anestesista, disse que só manifestaria sobre a acusação após ter acesso aos depoimentos e outros elementos de prova apresentados na audiência de custódia. Ele, contudo, deixou o caso no fim da tarde desta segunda e ainda não havia novo defensor constituído.



À frente das investigações do caso, a delegada Barbara Lomba foi criticada nas redes sociais porque teria sido excessivamente educada com o anestesista no momento da prisão.


Em gravação filmada por sua própria equipe, Lomba aparece explicando ao médico que ele estava sendo preso em flagrante e que teria seus direitos garantidos, como acesso a um advogado. "É desagradável, mas vamos ter que fazer", ela diz.


Em entrevista, Lomba afirma que atua como policial há 21 anos e que sempre deu o mesmo tratamento a todos os presos.


"Já teve preso em delegacia que nós atuamos que agradeceu no papel higiênico o tratamento que recebeu. Achou um lugar para escrever, pediu uma caneta e escreveu", diz.


À frente da Delegacia de Atendimento à Mulher, em São João de Meriti, Lomba afirma que o médico foi mantido preso por algumas horas no hospital e que, para não ser questionada sobre o procedimento, quis explicar por que estava realizando a prisão em flagrante.


"O procedimento da minha equipe sempre foi o mesmo. Se algum policial age de outra forma é lamentável. Pior ainda se alguém fora da polícia estimula esse tipo de coisa, que a polícia seja violenta, truculenta, fique tentando legitimar matanças."


BNews

Comentários

Nome

ACM NETO,3,ANTÔNIO GONÇALVES,2,BAHIA,153,BRASIL,126,CALDEIRÃO GRANDE,1,CAMPO FORMOSO,2,CAPIM GROSSO,1,CURIOSIDADES,118,DESTAQUES,291,ENEM,1,ENTRETENIMENTO,83,ESPORTE,139,FAMOSOS,4,FILADÉLFIA,9,ITIÚBA,2,JACOBINA,2,JAGUARARI,1,MUNDO,2,MUNICÍPIOS,84,NOTÍCIAS,567,PINDOBAÇU,3,PODC PODCAST,16,POLICIAL,354,POLÍTICA,2,PONTO NOVO,331,PUBLICIDADE,7,REGIÃO,4,SENHOR DO BONFIM,6,VARIEDADES,1,VÍDEOS,134,
ltr
item
Agência DC - Donato Costa | Portal de notícias da Bahia: Polícia investiga se mais cinco pacientes foram estupradas por anestesista
Polícia investiga se mais cinco pacientes foram estupradas por anestesista
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEinzup_K9Y9KIfgpfJPDXH4wDd9aLlNF_9gHDppg91PupMktwnfnjw1yevabVi9iDpAMt4nMlvLyrSOErHbXTByWsm4me005sG8Iwi4RRuaarPpduc3Anle5VNmJHve8NBjFzgC2F1RU2QD9cLqWUKPISQE2gaSrndE3U9rp2k4QGvlg1J9AGYgMJ0vmQ/s16000/anestesista-giovanni-quintella-bezerra_widelg.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEinzup_K9Y9KIfgpfJPDXH4wDd9aLlNF_9gHDppg91PupMktwnfnjw1yevabVi9iDpAMt4nMlvLyrSOErHbXTByWsm4me005sG8Iwi4RRuaarPpduc3Anle5VNmJHve8NBjFzgC2F1RU2QD9cLqWUKPISQE2gaSrndE3U9rp2k4QGvlg1J9AGYgMJ0vmQ/s72-c/anestesista-giovanni-quintella-bezerra_widelg.jpg
Agência DC - Donato Costa | Portal de notícias da Bahia
https://www.agenciadc.net/2022/07/policia-investiga-se-mais-cinco.html
https://www.agenciadc.net/
https://www.agenciadc.net/
https://www.agenciadc.net/2022/07/policia-investiga-se-mais-cinco.html
true
5764102596251995075
UTF-8
Carregar todas as matérias Nenhum resultado encontrado. Ver mais Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Matérias Ver todas Veja também Tópico Arquivo Buscar Todas as matérias Nenhum resultado encontrado para sua busca Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo Há 1 minuto Há $$1$$ minutos Há 1 hora Há $$1$$ horas Ontem Há $$1$$ dias Há $$1$$ semanas Há mais de 5 semanas Seguidores Siga ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar Table of Content